terça-feira, 23 de outubro de 2012

ASAS DE TERNURA

 
 


Porto Santo


Num acesso de loucura
Ao mar eu disse um poema
Tinha tristeza e candura
E um pouco de muita pena

Pouco a pouco chegaram
De todo o lado gaivotas
Elas comigo cantaram
Esqueci as horas mortas

Umas até dançaram
Um bailado à poesia
E a tristeza levaram
Deixando-me só alegria

Mas a mais bela gaivota
E a que eu queria ter
Perdeu-se na sua rota
Ficou no meu ser

E são asas de ternura
São asas de bem querer
Dei-lhe o nome de loucura
Transformando-se em mulher

Fotos: Louro
Poema: António Henrique
Posted by Picasa

11 comentários:

Pizarro disse...

Precioso verso y magnificas imagenes.
Saludos y abrazos.

Maria Rodrigues disse...

Esta simbiose de poema e fotografias é sempre perfeita. Ambas maravilhosas.
Beijinhos
Maria

isa disse...

Como combinam bem a imagem e o Poema!
Que belo momento.
Boa noite.
Beijo.
isa.

Maria Rodrigues disse...

Passando para desejar um bom domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

:.tossan® disse...

Amigo Louro que saudade!
Fico com o seu olhar magnífico. Esse sim é especial, diante das imagens brilhantes e tão bem registradas.
As cores são absurdamente espetaculares. Abração

rosa-branca disse...

Olá amigo, lavei o meu olhar nestas lindas fotos e nesse magnífico poema. Adorei. Beijos com carinho

São disse...

Como sempre, um post muito bonito!

Meu amigo, te deixo um grande abraço

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo passei para desejar um bom domingo e deixar um beijinho
Maria

luna luna disse...

bonitas fotos, parece ser bonito, não conheço Porto Santo
beijos

Maria Rodrigues disse...

Amigo passei para desejar uma boa noite e deixar um beijinho.
Maria

Maria Rodrigues disse...

Meu amigo a minha proxima semana vai ser bem dificil profissionalmente pelo que hoje venho especialmente para lhe desejar um Natal muito Feliz.
Beijinhos
Maria

Image and video hosting by TinyPic